INTEGRIDADE E BOAS PRÁTICAS

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA​

Utilizando nosso know-how em Programas de Compliance para empresas privadas, criamos  PROGRAMAS DE INTEGRIDADE para entidades da administração pública estadual ou municipal, direta, autárquica ou fundacional, em conformidade com a Controladoria Geral da União (Portaria CGU nº 57/2019) e com Leis Federais e Estaduais, que estabelecem as regras de conduta para servidores, de promoção da transparência e do acesso à informação, de tratamento de conflito de interesses e nepotismo, de obtenção e tratamento de denúncias, de funcionamento de controles internos e de implementação de procedimentos de responsabilização funcional, sempre dentro das melhores práticas mundiais, que incluem o treinamento de administradores, funcionários públicos e demais profissionais envolvidos na importante e imprescindível atividade do Poder Público.

DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE INTEGRIDADE​

Diagnóstico, implantação, Treinamento e Manutenção de Programa de Integridade, em atendimento de disposições legais, nacionais e estrangeiras (Disposições da CGU, Lei de Licitações, Lei Anticorrupção Brasileira, FCPA, Sarbanes-Oxley, UK-BA, Antitruste), Recebimento de Denúncias (Canal de Ética) e Atuação/Adequação às normas de órgãos colegiados (TCU, TCE, Corregedoria, Comitê de Ética). Análise de background de fornecedores e outras organizações públicas ou privadas.

Ciclo completo do Programa de Integridade:

Prevenção, detecção, punição e remediação de práticas de corrupção, fraudes, irregularidades, desvios éticos e de conduta

Prevenir e detectar vulnerabilidades que possam favorecer ou facilitar a ocorrência de fatos que possam comprometer os objetivos da Instituição Pública

Documento aprovado pela alta administração para organizar as medidas de integridade (código de conduta do setor público)

Verificação proativa e análise de atos e políticas públicas implementadas, bem como de ações de fornecedores e outras organizações públicas ou privadas

Promoção, Fortalecimento e Adesão ao Plano de Integridade por parte dos servidores públicos

Detecção de condutas irregulares, fraudes e desvios éticos e de conduta

Recepção de denúncias por sistema independente e auditável, em várias plataformas

Atividade proativa ou reativa, realizada continuamente, amparada por lei e dentro dos parâmetros do Plano de Integridade, direcionada à unidade de gestão de integridade

Levantamento prévio do conceito empresarial e forma de atuação de fornecedores e outros